quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Hoje foi um dia dificil


Quando aderi à blogosfera e criei este blog fi-lo tendo por principio que ele faria parte de uma nova fase da minha vida. Ela sempre foi plena de muita mudança. Coisas boas, coisas menos boas e até coisas más. Mas aqui esta menina tenta levar tudo com um sorriso. Agora eu tenho um grave defeito. Sou transparente. E quando estou zangada ou alguma coisa se me insurge como injusta eu não escondo e acabo por assumir posições - para os outros exageradas- em nome de todos. Só que as pessoas têm uma tendência enorme para fugirem quando são chamadas à frente. E eu ainda não aprendi a não exigir das pessoas e fico desapontada - sei-o - demais. Irrita-me a burrice e as falsas simpatias. Detesto coisas feitas na penumbra. Qundo se trabalha em equipa as coisas têm que ser claras como água. As histórias dos pagamentos, as facilidades mal explicadas, os subterfúgios, os métodos que só são para uns e não são para outros. E hoje tive a noção de que fui considerada má colega. Má colega porque me recusei em ir tapar um buraco no trabalho dois dias após a morte da minha tia, alegando que já muitas vezes tapei buracos e por razões bem menores. Claro que eu podia ter dito que não ia porque me doía a barriga, porque os meus pais precisavam demim ou porque precisava de dormir. Mas não... eu vou justamente dizer o que penso, de forma directa e crua. Porque para mim a verdade - sim, a minha verdade com todas as suas subjectividades- não pode ser enfeitada com desculpas bonitas. Sinto-me triste. Não consigo ainda moderar a revolta que me dá estar a trabalhar para a empresa mais rica do mundo, a Igreja ,e ganhar 3 euros à hora. Um local onde quase nunca há papel na casa-de-banho, onde exactamente com as mesmas funções uns estão a recibos verdes, outros a contrato. Onde funciono como o tapa-buracos de tudo e mais alguma coisa e, onde, ninguém tem a consideração pelo trabalho que desempenhamos. Revolta-me ainda mais a hipocrisia das pessoas. A forma como se queixam, queixam e queixam e nada mais fazem. Irrita-me que haja pessoas mais velhas que eu que continuem a portarem-se como adolescentes, que usufruam de subsidios de desempregro, vivam às custas dos pais e ainda pensem que têm o rei na barriga para não perdoar os erros dos outros.
Hoje caíu-me o mundo em cima e ontem adormeci tão feliz. Como se vai de um extremo ao outro, num abrir e fechar de olhos. Só consigo chorar. Não sei se é de revolta, se é de tristeza ou mesmo de medo de nunca me conseguir integrar em lado nenhum. Porque no fundo eu não quero alienar-me. Não quero deixar de dizer o que penso. Hoje estou triste e as lágrimas caiem-me sem parar.
Desculpem o desabafo. Amanha já estarei a sorrir outra vez.

19 wake ups:

Cor do Sol 5 de fevereiro de 2009 às 19:44  

A empresa mais rica do mundo não manda dinnheiro para esse tipo de instituiçoes. A sorte da minha é que temos um acordo com a Segurança social e recebo pela tabela. Também já me senti assim e sinto-me muitas vezes. As pessoas são mesquinhas, principalmente em locais pequenos. Onde dão valor ao que não devem. Ainda hoje ouvi da boca de quem manda em mim que se quisessemos fazer um passeio com as crianças que nao reporiam as horas às crianças, mas às auxilisres sim. Não cabe na cabeça de ninguem, como responsaveis temos que enviar propostas. Nós ficavamos melhor descansadinhas no colégio. A posiçao foi...não dão, nao vamos e os pais vão-lhes cair em cima porque andam a falhar como os tremoços. Tomou-se essa posição, sou a única contratada, será que sobra para mim? Já não me interessa.

Não chores por seres tu.

Desculpa o desabafo dentro do desabafo, mas só te quis mostrar que isso acontece, infelizmente, em todo o lado.

Beijo

Cor do Sol 5 de fevereiro de 2009 às 19:45  

ali era repor às professoras...

Miepeee 5 de fevereiro de 2009 às 19:50  

Oh Su nao gosto nada de saber que estas assim, no entanto nao deves estar triste contigo, antes o contrario. Este mundo esta cheio de pessoas que dizem que sim ao que tem vontade de dizer nao, se es verdadeira contigo e com os outros so mereces ainda mais o meu respeito e admiracao.
Eu sei que e frustrante nao reconhecerem o nosso valor,nao devia ser mas e uma pratica comum em quase todos os locais de trabalho. Posso ainda dizer que se passa de bestial a besta num segundo, mas o contrario ja nao e tao facil.
Sabes que somos parecidas na forma de ser,tambem eu nao sou capaz de me calar e como costumo dizer e fazer, prefiro perder por ser honesta e sincera do que perder por omitir o que sinto, pois ia perder o respeito que tenho por mim e tudo o que me foi ensinado pelos meus pais.
Nao gosto que chores mas se te fizer sentir melhor, chora e lava a alma , nao te esquecas que amanha e um novo dia e que nao estas sozinha :)
Beijo grande Su.

Shakti 5 de fevereiro de 2009 às 20:25  

Há dias assim...mas é para isso que aqui estamos mesmo que virtualmente...amanhã é outro dia !!!

bj grande

Antonio Valerio, sj 5 de fevereiro de 2009 às 20:44  

Olá Su! É verdade, há mesmo dias menos bons e acredita que também me surpreendo e sofro com a falta de verdade e cuidado em pessoas que deveriam ser exemplo. Se bem que a Igreja não é uma empresa e as diversas obras ligadas a ela não dependem de nenhum organismo central que faça a gestão económica de tudo. Uma obra ligada à Igreja devia ser um exemplo de transparência, e também conheço muitas que o são e por causa disso vivem com dificuldades enormes porque não têm apoios do Estado. Mas há outras que, de facto, deviam rever os critérios... Mas também não é essa a questão.

Vejo que és uma pessoa sensível e transparente, isso é um dom enorme. Quem é assim, é capaz de coisas enormes, porque tem um coração grande e que quer coisas grandes. Mas para ser sempre grande, choca-se com mundos mais pequenos e sofre-se imenso com isso. Importa não por em questão aquilo que se é, se acreditamos que é o correcto e faz parte de nós. E não por em questão significa também não tornar absoluto o que é acidental... amanhã será melhor. Mas obrigado pelo desabafo, nestas situações sinto que não posso ajudar muito, mas o ouvir e estar em sintonia já é muito. Beijinho, estou ctg

Jorge Freitas Soares 5 de fevereiro de 2009 às 21:00  

Olá

Sei como te sentes, também sou assim,... prefiro dizer o que penso, o que me vai na alma, a fazer fretes e ficar a engolir sapos.

Tu és uma excelente pessoa e vais ver que mais tarde ou mais cedo as coisas mudam....e todos os teus sonhos se tornam enormes realidades.... eu sei que sim... porque sei que és uma óptima pessoa.

Beijinho
Jorge

Pedro Barata 5 de fevereiro de 2009 às 21:30  

Infelizmente a realidade é esta... Mas olha, terás melhores dias pela frente. Sem dúvida.
Um grande abraço para ti.

zequinhas 6 de fevereiro de 2009 às 00:16  

oi =)

que desabafo tão sentido...

neste momento senti-me tao revoltado quanto tu!

é inadmissivel o modo como funciona o mercado de trabalho nos dias de hoje,

infelizmente é a realidade actual, nas empresas nao somos o zequinhas nem a susana, somos apenas numeros e cifrões.
eu sei de muitos casos que os empregados sao obrigados a fazer horas extraordinarias sem vencimento sob a ameaça do desemprego...

nunca deixes de dizer aquilo que pensas, não mudes nunca! e...

...amanhã quero-te com um sorriso :)

Nelson 6 de fevereiro de 2009 às 02:41  

Mas chegar aqui e ouvir Nina Simone foi uma dádiva! Obrigado por a escolheres.
E amanhã acordarás mais sossegada certamente, depois da tristeza arquivada para memória futura!

_Malinha viajante 6 de fevereiro de 2009 às 12:35  

Alegria Su!!! Espero que hoje já estejas melhor!!:))
mts mts bjs
_malinha

Sam 6 de fevereiro de 2009 às 13:18  

eu disse-te que o mundo era fundido. por isso não te fundas muito!

lol

Mimo Azul 6 de fevereiro de 2009 às 20:29  

Isso é sem dúvidda uma qualidade que te há-de fazer chegar longe!!!

RELAXA!!!
um abraço gigante!!!

Tecnenfermaginando 7 de fevereiro de 2009 às 00:33  

pela transparência tão real que nos traz aqui.



vai mesmo, vai passar, tudo na vida passa.


bjo gde.

aespumadosdias 7 de fevereiro de 2009 às 08:50  

Até a igreja. Forretas!

Nuno 7 de fevereiro de 2009 às 13:02  

O mundo e a vida são feitos de injustiças. Não adianta muito revoltarmo-nos porque as coisas continuam a ser como sempre foram. Sei que custa sermos "escravos" do trabalho e não vermos os nossos esforços recompensados. Melhores dias hão-de vir.

Beijitos,
Nuno.

Luis Bento 8 de fevereiro de 2009 às 02:15  

Disse-te uma vez...torno a repetir: Os teus relatos pessoais são um espelho fiel do teu carácter...queres que diga outra vez excelente?

susana 8 de fevereiro de 2009 às 22:25  

cor-do-sol:saber que não sou a única é sempre bom. É nestes momentos que me lembro que só tenho 24 anos e que pouco sei da vida. Obrigada Cor-do-sol!

miepee: Um beijo muito grande para ti Miepee! Chorei bastante esses dois dias mas olha é como dizes, limpa a alma! E há coisas que é mesmo por cá para fora. Muito obrigada pelas tuas palavras!

shakti: sim mesmo virtualmente é possivel sermos humanos. beijinho p ti.

antonio valério sj: eu acho que tu bem sabes a importância de se estar em sintonia. Sabes bem o que isso e o que pode fazer por alguém. Por isso agradeço do funco do coração. Um abraço su

Jorge: sei que no dia que os meus sonhos se tornarem realidades também os de muitos outros se tornarão. Obrigada pelo carinho Jorge.

Pedro Barata:mas a realidade pode sempre ser mudada, nem que seja à custa de lagrimas. Tudo pode ser mudado. Com pequenos passos, mas pode.

zequinhas:não foi no dia seguinte mas hoje já estou com um sorriso!:) oh p'ra mim!:)

nelson: eu prefiro não arquivar tristezas nelson, sempr eo fiz e não dá bom resultado:) e Nina Simone é Nina Simone:) Fico feliz por teres sido bem recebido na minha casinha:)

malinha viajante: Já estou fina Malinha!

sam: mas eu nunca consigo deixar de o fazer:)gosto muito de fusão;) agora fizeste-me lembrar o dragon ball!

mimo azul lá ando eu nas minhas meditações e exercicios de relaxamento para ver se sigo a tua sugestão:)

aespumadosdias: é pior que forretice... acredita!

tecnefermaginando: Obrigada Tecni!:) já está a passar!

Nuno: lamento discordar de ti:) vale sempre a pena, pode variar a forma como o fazemos mas nunc anos podemos calar ao que nos faz sentir mal e sermos infelizes.

Bento: deixas-me sempre sem palavras:) sério.

beijinhos a todos!

Sávio Fernandes 8 de fevereiro de 2009 às 23:28  

Hoje já é amanhã, certo? (:

susana 8 de fevereiro de 2009 às 23:56  

sim sávio:) hoje já é amanhã!
um abraço
su

Su's sounds

Este blog contém posts e comentários.

Se me quiseres contactar:


Nome:

E-Mail:

Assunto:

Mensagem:



Veja mais: Ferramentas Blog | By FormularioPRO

Wake Up clock

Su on Twitter

    follow me on Twitter

    And the winner is... Little Susie

    And the winner is... Little Susie
    da Mimo Azul

    um mimo da Miepeee

    Orgulhosamente recebido da Tecnenfermaginando, do Mimo Azul e da Malinha Viajante

    mais um miminho da Miepee... um daqueles!

    Contador

    Wake up Little Susie 2008 © Blog Design 'Felicidade' por EMPORIUM DIGITAL 2008

    Back to TOP