sexta-feira, 6 de julho de 2012

Fica.


Fica.
Não te ultrapasso. Não te viro as costas. Só sigo, porque assim tem que ser. Estarás sempre na minha alma porque fazes parte dela. E a página 93 será sempre a página mais importante.

quinta-feira, 5 de julho de 2012

Segundas Feira


Carta



Carnaxide, 5 de Julho endereçado a: Rua do Amor, nº3, gaveta direita

Olá Coração:

Sei que esperavas que outra pessoa te escrevesse uma linda carta de amor. Mas como tão bem sabes não há correspondente póstumo. Terminadas as andanças dos últimos tempos não te tratei muito bem. Sabes que não foi por mal. É endurance reumatizada que me faz colocar em posição fetal, de recolhimento, perante o desconhecido. Desculpa. Eu tentei. Deixei que te enchesses de sonhos e esperanças, de paixão e na hora H fui um tanto ou quanto cobarde e não te deixei pulsar. Mas tu não és fácil. Tenho que to dizer. és complexo e grande. Cheio de gavetas e esconderijos secretos. Tanta gaveta por abrir. Não sei o que, particularmente, esperas com tão grande multiplicidade mas provavelmente também te esqueces como espartilhar o amor não é torná-lo maior, embora haja também casos em que a divisão engrandece. Não me pareceu que este fosse um desses casos. E todos os sentimentos e pequenas memórias, todos os acontecimentos e pequenos ralhetes da vida... chiça que este foi dos grandes. Mas é bom saber-te vivo e de boa saúde pois como já dizia o outro - seja lá quem ele fôr - coração que não sente não é... Ora pois aí está! De uma forma um pouco encarquilhada esta é a minha forma de te agradecer o valente apertão que me deste. É que é uma sensação do caraças sentir-me viva. Demorei o tempo que precisei. Foi uma gravidez emocional gigantesca. Mas finalizou. Superado. Amo-te muito coração. Assim como daqui aquela Lua. Novos ciclos. Novas aprendizagens. O mundo esse nunca deixa de rodar.

da sempre tua.

Susana


No meu quarto de Pré-adolescente...

... era esta a decoração: Eu Amo a Lua do lado que nunca vi.

Nature love.

You're mine.

quarta-feira, 4 de julho de 2012

Virar costas

Não gosto. Não gosto mesmo nada. E agora?  Não gosto. Ora então. Não faz o que sou eu. Não sou tipo "virar costas". Não sou do tipo longe da vista perto do coração. Gosto muito pouco de tarde mas não tarda. Aprendo caminhando. Erro tanto. Mas Amo hoje, aqui, agora. Quem sabe o que o futuro trás. Deixo-me disso. Vive-se no presente. Faz-se o presente. No máximo sonha-se. Mas não consigo. O mundo às vezes corre mais depressa do que eu. Dói tanto perder esse lugar. Crescer. Chateia-me. Muito. E agora? Vou ali abrir a janela e soltar os cabelos ao vento. 

E não é que partiu mesmo.


http://vimeo.com/2884813

Estranheza

Amor. O amor é uma verdadeira estranhesa. Ou é uma boa desculpa para a nossa própria estranhesa. Não. O amor não é desculpa para nada. É seguir caminho. Arregaçar as saias ao passar o rio. E seguir de encontro à luz.

Su's sounds

Este blog contém posts e comentários.

Se me quiseres contactar:


Nome:

E-Mail:

Assunto:

Mensagem:



Veja mais: Ferramentas Blog | By FormularioPRO

Wake Up clock

Su on Twitter

    follow me on Twitter

    And the winner is... Little Susie

    And the winner is... Little Susie
    da Mimo Azul

    um mimo da Miepeee

    Orgulhosamente recebido da Tecnenfermaginando, do Mimo Azul e da Malinha Viajante

    mais um miminho da Miepee... um daqueles!

    Contador

    Wake up Little Susie 2008 © Blog Design 'Felicidade' por EMPORIUM DIGITAL 2008

    Back to TOP