domingo, 24 de maio de 2009

Esclarecimento de dúvidas.

Este sistema de apadrinhamento foi criado para que se consiga ajudar familias a subsistirem. Muitas crianças em Moçambique são orfâs e constituem agregados familiares por exemplo só com fratrias. Funciona por donativos, que quem se torna padrinho vai enviando dentro das suas possibilidades. Segundo me disseram à padrinhos que enviam 18 euros ou 25 euros por mês. Depende da disponibilidade de cada um e quem gere isso tem sido o Vitor. Ele trabalha por lá numa escola secundária e dedica-se à gestão deste programa de apadrinhamento como voluntariado, que está ligado às irmãs franciscanas.
O que ele faz quando lhe chega o dinheiro é comprar os bens dos quais já fez um levantamento de necessidades e depois vai entregá-los directamente aos destinatários. Regista e tira fotografias das compras e do processo de entrega. E envia, para que não hajam dúvidas. Eu mesma já recebi as fotos da minha familia. Eu não duvido nem nunca duvidei da sua honestidade e por isso vou enviando o que posso. Ele chegou inclusivamente a aparecer no programa Principes do Nada com a Catarina Furtado.
No entanto percebo as vossas dúvidas e agradeço-as. Deixo-vos aqui alguns links :


Obrigada por terem respondido ao meu pedido e terem mostrado interesse! Qualquer dúvida aqui estou, escrevam-me para susanacristina.rodrigues@gmail.com ou então correspondam-se directamente com o Vitor para : vmdsb@yahoo.com



terça-feira, 19 de maio de 2009

A Familia do Gustavo

Apresento-vos o Gustavo. O Gustavo é o meu afilhado. Tem um aninho e olhos grandes, mas cheios de água...Não, ele não mora perto de mim e não não tive que assistir a nenhuma cerimónia religiosa para tal. É meu afilhado porque eu o procurei e descobri este programa de apadrinhamento. O Gustavo é o mais novo de 5 irmãos. Orfãos. São a Dércia ( 3 anos), O Marcelo (13 anos) o Leandro ( 8 anos) e a Rosinha ( 16 anos). De mãe e de pai, ambos morreram com SIDA. Neste momento é amamentado pela avó, dona Txualiha. Vive numa casa sem portas nem janelas e leite nem sequer tinha. Por aquelas terras moçambicanas parece que o leite é um bem de luxo e eles aprendem a sobreviver sem ele.
E perguntam-me vocês: porque vos falo do Gustavo. Por causa disto:

" No sábado, quando fui visitar pela 2ª vez, o Gustavo estava chorando muito. Entretanto, conforme vê nas fotos, apresentaram-me mais uma irmã, a Dércia. Assim, são cinco irmãos órfãos totais (de pai e mãe), devido ao Sida.

Assim, as necessidades apuradas, foram as seguintes:

Bens para a família, em geral:

2 latas 20lt de farinha de milho

3 kg de arroz

4 kg de peixe sêco Madjembe

1 kg de cebola

1 kg de alho

1 kg de sal

1 litros de óleo de girasol

1 kg de açúcar

2 barras de sabão

1 meia dúzia de velas de cera

1 pk 6 cx de fósforos

3 lápis de carvão e esferográfica

1 esteira

Bens para o Gustavo:

3 leite lactogen-2

Aproveitei a oportunidade para entregar 5kg de feijão à dona Txualiha.

Neste momento, a Susana é a unica salvação desta família, dado que ainda não surgiram nenhuns padrinhos para as restantes crianças. Se por acaso souber de alguém motivado para um apadrinhamento deste tipo, agradeço-lhe, pelo bem dos seus irmãos.

Muito obrigado por tudo,

Um abraço,

Vitor "



Do pouco que consegui enviar em dinheiro o Vitor, esta pessoa espectacular que se dedica de corpo e alma a estas pessoas em plena pobreza, conseguiu comprar o que está em cima listado.

O apelo já está feito por ele. Mas como eu sou ainda mais abusadora venho falar-vos de um pedido que ele me fez. Existem por aquelas terras um orfanato lar chamado Arco-íris ( algo para mim muito simbólico). Nesse lar as senhoras que lá trabalham têm que levar as crianças e as compras de bicicleta porque não têm dinheiro para um comprar um carrinha. São precisos 2700 euros. O que eu quero é encontrar 2700 pessoas. Que não se importem de dispensar um euro e que percebam que com esse euro vão poupar horas de trabalho e de dedicação, de dor e de sofrimento de pessoas que dedicam a sua vida aos outros.

Um euro, uma carrinha, mil e um sorrisos!


Se quiseram ajudar por favor entrem em contacto comigo ou contribuam com um euro para:


Titular: VITOR MANUEL SILVA BARATA

Banco: MILLENNIUM-BCP – Vila de Rei, Portugal

NIB: 0033 0000 4529 4364 9530 5



Preciso da vossa ajuda. Muito obrigada. Contribuam e Passem a Palavra.

sábado, 16 de maio de 2009

Lura no Tivoli

E lá estive ontem a assistir à Lura. Uma força da natureza. Uma mulher ligada às tradições e com uma voz e uma ginga de sonho. Deixo-vos aqui uma das minhas músicas favoritas desta cantora. Ao vivo é muito mais entusiasmante.

terça-feira, 12 de maio de 2009

rapidinha...

Parti a tromba do meu elefante.....grrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr.






p.s: o meu porta-chaves favorito:(

segunda-feira, 11 de maio de 2009

Bonequinha de Pano


Já vos tinha falado dela nuns post's atrás. A amiga que conservo desde os 10 anos de idade. Já lá vão 14. Uma menina-mulher. Linda, com o coração aberto e alma cada vez maior. Converti-a a isto de bloggar e cá está o resultado: Bonequinha de Pano.
E digam lá que não está muito bem?:)

sábado, 9 de maio de 2009

New soul

A minha foto no telemovel de uma das minhas melhores amigas e quando telefono é esta a música que aparece:) Fiquei deliciada e não é que tem mesmo a ver comigo?

I'm a new soul I came to this strange world hoping
I could learn a bit 'bout how to give and take.
But since I came here felt the joy and the fear
Finding myself making every possible mistake

La-la-la-la-la-la-la-la...

I'm a young soul in this very strange world
Hoping I could learn a bit 'bout what is true and fake.
But why all this hate?
Try to communicate finding
Just that love is not always easy to make.

La-la-la-la-la-la-la-la...

This is a happy end cause'
You don't understand
Everything you have done
Why's everything so wrong

This is a happy end
Come and give me your hand
I'll take your far away.

I'm a new soul
I came to this strange world
Hoping I could learn a bit about how to give and take
But since I came here felt the joy and the fear
Finding myself making every possible mistake

New soul...
In this very strange world...
Every possible mistakes
Possible mistakes
Every possible mistakes
Mistakes, mistakes, mistakes...

Ontem

Lá estava eu na minha saga diária dos transportes públicos quando um rapazito engravatado com a sua bela mala de computador ao ombro entra pelo eléctrico dentro. Claro que eu reparei no moçoilo, o que posso eu fazer? Passado um pouco o senhor condutor lembra-se de nos avisar - a mim soou-me mais a ultimato - que teríamos que sair ali e fazer transbordo para um autocarro. - filho de uma carochinha!!! No que a minha vida se transformou!!! Num transbordo! -... enfim... lá foi o rapazola atrás de mim - ele tinha que apanhar o autocarro mas eu prefiro pensar que ele se interessou pela minha mala de computador - e estando o rapaz meio perdido, carinhosamente lá lhe expliquei que o autocarro a apanhar seria aquele, no sitio x. Muito simpático lá trocou comigo algumas palavras e no próximo transbordo lá dei por nós a corrermos lado a lado ,- que romântico, nottt!-, para apanharmos o MESMO autocarro - ele há coicidências incriveis- e ele a dizer-me " Vamos ver se ainda conseguimos apanhar este", - além de usar a primeira pessoa do plural, adivinhou o meu destino, irresístivel- autocarro esse que já estava de saída e ele ainda teve a gentileza de me deixar passar à frente -. Estava tudo a ir muito bem, quando ele se senta e abre o pc e começa a teclar de forma infernal e a falar ao telefone em alemão, e depois em inglês, e depois noutra lingua qualquer que não faço ideia. Sinal de alerta! Mais um workaholic! Porque as minhas antenas captam sempre workholics? Existirá alguma teoria sociológica que explique esse meu handicap? Depois de a última vez o senhor x - digo-vos já que qualquer uma caíria por aquele pedaço de mau caminho - me dizer que gostaria de namorar comigo, mas só aos fins-de-semana, fui obrigada a dar a este o meu ar de desprezo... pronto o melhor que eu consegui:P Tenho para mim que o meu nível hormonal anda muito alto.
A partir de hoje todos os homens de fato, camisolas de gola alta e óculos à nerd estão fora do meu radar. Viva a imprevisibilidade.

quinta-feira, 7 de maio de 2009

Existência

Encontrei esta afirmação de Vladimir Nabokov ( pelas mãos do qual saiu Lolita) e considero-a deliciosa, pelo que me vejo forçada a partilhá-la convosco:


A nossa existência não é mais que o curto-circuito de luz entre duas eternidades de obscuridade.

domingo, 3 de maio de 2009

Porque no fundo eu até sou fofinha



não resisti a uma festinha, depois de ele me dizer que sou parecida com a catwoman;)

Su's sounds

Este blog contém posts e comentários.

Se me quiseres contactar:


Nome:

E-Mail:

Assunto:

Mensagem:



Veja mais: Ferramentas Blog | By FormularioPRO

Wake Up clock

Su on Twitter

    follow me on Twitter

    And the winner is... Little Susie

    And the winner is... Little Susie
    da Mimo Azul

    um mimo da Miepeee

    Orgulhosamente recebido da Tecnenfermaginando, do Mimo Azul e da Malinha Viajante

    mais um miminho da Miepee... um daqueles!

    Contador

    Wake up Little Susie 2008 © Blog Design 'Felicidade' por EMPORIUM DIGITAL 2008

    Back to TOP