terça-feira, 10 de março de 2009

A poesia e eu.

Alma de Poeta

Há quem diga que poesia é sentir, que poesia é viver
então todos os dias escrevemos poemas, vivemos poemas
criamos analogias com os outros, em quem nos vemos ao espelho;
suspiramos semânticas abertas ao olhos e ocultas ao coração:
trotamos ao ritmo verborreico das vivências ou mutificamos existências

Eu, há dias que me derramo sobre as palavras,
Que me exponho à textura forte das folhas de papel
Que me esborracho na tinta escura da caneta permanente
Que riu num ponto de exclamação, que choro com reticências
Que reflicto na interrogação ou que me silencio num ponto final.
E não tenho alma de poeta, não!
Tenho alma de sentir!

13 wake ups:

escarlate.due 10 de março de 2009 às 21:40  

confesso qu esempre tive alguma dificuldade com poesia... acho-a dificil de entender e portanto só consigo gostar quando sinto.

aprendi um pouco de linguagem gestual pouco depois de ter aprendido braille, são tipos de linguagem que me fascinam, não pela linguagem em si mas pela capacidade de quem a usa com desenvoltura.


beijinho

Shakti 10 de março de 2009 às 22:54  

Poesia para mim é um jogo de palavras...e eu adoro jogar...

bj

Daniel Silva 10 de março de 2009 às 23:25  

Uma abordagem diferente que fizeste. Deixa-me reter isto:

"todos os dias escrevemos poemas, vivemos poemas (...)E não tenho alma de poeta, não!Tenho alma de sentir!"

Beijinho

Jorge Freitas Soares 10 de março de 2009 às 23:31  

Há muito tempo atrás
muito mesmo,
noutro lugar,
noutra vida....
pensando bem,
era outro eu,
um eu que escrevia muita poesia... não sei porquê...
esse outro eu...
morreu,
e com ele..
a minha poesia.

O tempo e a vida levam tudo .... até a poesia, não deixes que levem a tua...

Beijinho
Jorge

CãoSarnento 11 de março de 2009 às 00:07  

Para mim a poesia é isso mesmo: sentir.
Podemos até escrever umas rimas muito certinhas. Eu por vezes dá-me para rimar e tenho alguma facilidade nisso. Mas depois olho para o que escrevi e fico desiludido porque não consegui transmitir ao papel aquilo que sinto. Deve ser esta a diferença entre uma pessoa vulgar e um poeta... ou então somos todos poetas no sentir.
Beijinho.

Antonio Valerio, sj 11 de março de 2009 às 11:11  

Tens alma de sentir e alma de poesia. Mesmo bonito o texto! Quanto ao comentario do outro dia, pois,não tinha percebido bem! =P razao vs intuição. Acredito que a intuição é a mais importante e a razão serve para ver as consequências, se algo me faz crescer no bem, a mim e aos outros, se traz coisas positivas. A intuição é o que traz cor à vida, e vejo que é isso que tem mais a ver contigo. Gosto mesmo de te ir conhecendo aos bocadinhos. Beijinho e bom dia dia! obrigado pelas visitas =)

_Malinha viajante 11 de março de 2009 às 12:14  

Adorei o texto!!:))
bjs
_malinha

Mikas 11 de março de 2009 às 17:35  

Na passagem pela adolescência a poesia foi a minha melhor amiga... não costumo ler o que escrevi, é tão forte que me faz relembrar determinados momentos como se os vivesse novamente.

Camisinha.com 12 de março de 2009 às 00:41  

nossa!!!

essa musica do meu tempo...


bjs

lindo, querida, siga sempre assim...

Mimo Azul 12 de março de 2009 às 17:35  

olá!
Um dia inscrevo-me para tirar um curso de lingua gestual :)


Não é preciso que todos sejam poetas...Continua a escrever, continua a sentir!!
bjcaaaaaaaaa

zymboo 12 de março de 2009 às 18:05  

Olá, boa tarde!
Meu nome é Patrícia e represento a empresa Zymboo.com.
Gostamos muito do seu blog e gostaríamos de convidá-lo a publicar seus textos em nosso Espaço Literário.
Com isso, você poderá aumentar as visualizações de seu blog e ter seus textos publicados em um grande portal da Internet (www.zymboo.com).
Basta que nos envie seus textos e os publicaremos na Zymboo juntamente com seu nome e a URL do seu blog.
Escreva-nos: espacoliterario@zymboo-inc.com 
 

Om-Lumen 13 de março de 2009 às 00:57  

"Queria fazer-te uma pergunta... já a fiz a muitas pessoas mas talvez tu me possas responder: conheces alguma profecia sobre sintra e uma criança?"

Olá Su :)

Não conheço. As profecias (acto de predizer) sempre existiram, mas eu não sei dizer antes, pois só alimento o presente :)

Cada nação tem a sua tónica, uma vertente energética, mais mental, emocional, amorosa... em processo de realinhamento até conseguir um equilíbrio planetário.
Neste momento, é bom permitirmos à nossa criança interior cumprir a "profecia" da simplicidade - que gera - um mundo onde a vida é venerada :)

Um abraço amigo.

Om Lumen

zequinhas 13 de março de 2009 às 23:54  

olá

Penso que só quem consegue sentir a poesia tem a verdadeira noção da beleza daquelas palavras.

De que nos vale estar-mos simplesmente a ler se na verdade não estamos a sentir o que le-mos,

A poesia não é entendida por todos, e eu sou sincero, nem todos os dias consigo entende-la.

o video está simplesmente magnifico, obrigada por partilhares.

um bj su.

Su's sounds

Este blog contém posts e comentários.

Se me quiseres contactar:


Nome:

E-Mail:

Assunto:

Mensagem:



Veja mais: Ferramentas Blog | By FormularioPRO

Wake Up clock

Su on Twitter

    follow me on Twitter

    And the winner is... Little Susie

    And the winner is... Little Susie
    da Mimo Azul

    um mimo da Miepeee

    Orgulhosamente recebido da Tecnenfermaginando, do Mimo Azul e da Malinha Viajante

    mais um miminho da Miepee... um daqueles!

    Contador

    Wake up Little Susie 2008 © Blog Design 'Felicidade' por EMPORIUM DIGITAL 2008

    Back to TOP